Ônibus da vida

sábado, 15 de agosto de 2015

Nem sei

  Agora não sei de mais nada, só restou incertezas dessa história. De todo esse nada que tivemos não consigo encontrar nada de bom pra guardar e isso é o que me deixa mais irritada. Esse é o sentimento. Irritação. Esse vai e volta que parece não levar a nada. Não é possível que você fique nesse jogo sem finalidade alguma. Todos dizem que é o destino, mas eu não sei. Acho que esse tal de destino está brincando comigo, porém ele precisa saber que não estou de brincadeira.
  Me perguntavam e eu falava sobre você já decidida a te esquecer, e eu realmente estava fazendo isso. E quando eu menos espero, eu nunca poderia imaginar que você estaria lá, e eu te olharia desesperada sem saber como reagir. Foi uma mistura de emoções dentro de mim, que não se limitou a isso, quem me via percebia a minha euforia, ansiedade, nervosismo, insegurança e se prestasse um pouquinho mais de atenção notaria minha camiseta dançando conforme as batidas do meu coração. Algo totalmente incontrolável, afinal como você já sabe eu não consigo controlar nenhum sentimento por mais pequeno que ele pareça ser eu o transformo em algo gigante e que extrapola todos os limites do exagero.
  Passei com aquela sensação de futuro arrependimento e caminhei me martirizando, precisava ouvir sua voz, perceber os seus trejeitos, observar suas reações a cada palavra que saía da minha boca, sentir o teu cheiro quando te abraçar, eu precisava disso tudo. Eu sei que todos me avisaram quem você era, eu ouvia, mas eu necessitava saber mais de você, te conhecer além do o que a internet me fornecia. Não posso dizer que essa história tem um final feliz, mas não porque acabou de uma forma triste, e sim porque não acabou, é preciso que alguém coloque um ponto final e no momento acho que não sou eu quem vai fazer isso. Do fundo do meu coração espero que eu possa tirar algo bom dessa história. Sei que vamos nos esbarrar por aí qualquer dia inesperado.

Giovanna CSilva



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Um comentário:

  1. Giovana, estou apaixonada na sua leveza em conduzir as palavras.

    ResponderExcluir

Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML