Ônibus da vida

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Dramático,ser ou não ser,eis a questão!

 


   Quantas vezes já não me disseram ''para de fazer drama'',sinceramente eu não sei me descrever e não sei se sou mesmo uma pessoa dramática.Mas então,pesquisei mais sobre isso e ouvi a opinião das pessoas sobre o que é ser uma pessoa dramática.Disseram que é uma pessoa que chora por tudo;que faz tempestade em um copo d'água;que só vê o lado ruim das coisas.Li um texto falando sobre Transtornos de personalidade:os dramáticos,achei muito interessante e confesso que me identifiquei com algumas características citadas.Separei alguns pontos que eu achei interessante:
-Os dramáticos costuma ser entusiasmados, divertidos e altamente desenvoltos nas rodas sociais.
-Costuma se aborrecer demais com seus erros e se comete gafes é capaz de ficar se perguntando mil vezes se os outros gostaram ou não do que ela fez.
-Dificilmente ela vai admitir que está com raiva, ainda que seja evidente. Costuma ter pouca memória para coisas usuais, afinal sua mente está sempre focada em sonhos distantes.
-Apesar de achar que está sendo clara, costuma ser bem ambígua e confusa e achar que aquilo que ela sente o outro sente também.
-Seu humor pode mudar radicalmente a qualquer instante sem o menor aviso por se sentirem minimamente rejeitadas ou deixadas de lado.

  Eu não fazia ideia que essa coisa toda de drama era algo sério,não mesmo.Não deve ser nada fácil conviver com pessoas dramáticas,e vocês lembram que eu disse que muitos me falam para parar de drama?Então,não gosto de confessar isso,mas eu realmente acho que sou uma pessoa dramática,pois eu me encaixei em muitas das características citadas,como eu já havia dito.Se você conhecer alguém com essas características,tente compreende-las mesmo sendo muito difícil.Todo esse papo de drama me lembrou a Clarice Lispector: ''Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que quase me deixa exausta. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Eu sei chorar toda encolhida abraçando as pernas. Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa. Venha a mim com corpo, alma, vísceras, e falta de ar..." 


                                                                                                    Giovanna Silva





Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML